Conheça as cidades mais engarrafadas do Brasil

De 2008 para cá, os índices de engarrafamento aumentaram 13% em todo o mundo. Tais dados são resultado da pesquisa TomTom Traffic Index de 2016: o estudo é realizado todos os anos e tem como principal objetivo definir quais são as piores cidades do mundo quando o assunto é engarrafamento.

O índice global leva em consideração quase 300 cidades, estando elas distribuídas em 38 nações de todos os continentes. Para definir as cidades mais engarrafadas, ele analisa o “tempo extra” gasto em congestionamentos quando em relação ao que é considerado normal para aquele trajeto.

Três são as cidades brasileiras que aparecem entre as 15 primeiras em âmbito global com o maior índice de engarrafamento. A seguir, confira um top 5 com as cidades mais engarrafadas do território brasileiro.

1. Rio de Janeiro

O Rio de Janeiro é a cidade com o trânsito mais caótico de todo o Brasil. Não à toa, ela também ocupa o 4º lugar no ranking das cidades com maior índice de engarrafamento de todo o mundo – ficando atrás apenas da Cidade do México (México), Bangkok (Tailândia) e Istambul (Turquia).

No Rio de Janeiro, o tempo extra gasto por dia para ir ao trabalho, à faculdade ou a qualquer outro lugar é de, em média, 43 minutos. No ano, o tempo perdido é de 165 horas. De acordo com o levantamento, o dia em que a cidade registrou o maior congestionamento foi em 30 de abril.

seguranca_transito

2. Salvador

Em segundo lugar no Brasil temos a cidade de Salvador – que por sua vez, ocupa o 7º lugar no ranking mundial.

Na cidade, o tempo extra gasto com trânsito é de 42 minutos (apenas um minuto a menos do que no Rio de Janeiro). No ano, o acumulado é de 160 horas. O dia com maior congestionamento registrado foi 8 de junho.

3. Recife

O município de Recife também não fica muito atrás quando o assunto é cidades engarrafadas. No índice, Recife ocupa a 3º posição nacional e a 8º no mundo. A média de tempo extra gasto no trânsito é de 44 minutos por dia, totalizando 169 horas no ano.

4. Fortaleza

Já a cidade de Fortaleza ocupa o 4º lugar no ranking brasileiro. Aos percursos, adicione 33% (cerca de 1/3) para chegar ao tempo extra gasto no trânsito. Sendo assim, em um trajeto que tranquilamente seria realizado em uma hora, se prepare para perder algo como 20 minutinhos a mais (totalizando 1h20m).

5. São Paulo

A cidade que a grande maioria dos brasileiros acredita ser a primeira no ranking das mais engarrafadas, aparece só na 5ª posição do posicionamento nacional.

Em São Paulo, a média de tempo perdido por trajeto é de 29%. Sendo assim, a cada uma hora de viagem, se prepare para gastar uma média de 15 a 17 minutos só parado no trânsito. No horário de pico da manhã (entre 6h e 8h), essa média pode chegar a 40%. Mas o pior tempo gasto no trânsito da capital é no final da tarde: sendo a média de 50%.